E o futuro, já chegou? ;/

Você já se pegou pensando no futuro? Pensando em como será sua vida daqui a 10, 20, 30 anos? Bem, se atualmente você possui 30, 40 anos ou mais, reflita sobre sua infância e/ou adolescência e pense em tudo o que mudou até agora.

Talvez, muitas coisas ainda continuam como eram em décadas passadas, mas uma coisa é certa: a tecnologia já avançou demais!
Vamos voltar um pouco no tempo e nos lembrar de como era a vida nos anos 80 e 90…

TV em casa, apenas 1 ou 2 no máximo, sem controle remoto, sem tv a cabo, ocupando muito mais espaço do que as de LED atuais.

Carros sem computador de bordo, direção hidráulica ou elétrica, nada de ar-condicionado, e por falar em carro, temos um artigo especial sobre eles (clique aqui). Casas e prédios sem câmeras, travas eletrônicas e, claro, sem Internet(!!!).

Na escola, as pesquisas eram feitas nas bibliotecas ou naquelas imensas enciclopédias que eram vendidas de porta em porta ou até mesmo nos colégios. Nada de arquivos PDF com conteúdo, tudo era no livro, na lousa e no caderno. Ah, a lousa era um quadro negro sempre utilizado com giz, nada de quadro branco com caneta.

Smartphone, celular? Nada disso, o normal era utilizar os telefones públicos espalhados nas ruas ou em cabines. No máximo, na década de 90, havia os pagers mas não era todo mundo que utilizava. Quem sabe, mandar uma carta?

Compras, apenas em lojas presenciais, lógico! Nada de utilizar o Buscapé ou qualquer outra ferramenta para pesquisar preços antes de comprar, ok? O jeito era pesquisar (leia-se andar) pelas lojas da cidade até encontrar o que desejava por menor preço.

Marketing, publicidade, apenas as impressas ou aquelas que assistíamos na tv ou ouvíamos no rádio, nada de digital.

Uber, aplicativos para táxis, nada disso existia, o jeito era utilizar o velho transporte público (assim como ainda hoje) e pagar a passagem em dinheiro, nada de cartões.

Vai viajar de carro? Que tal comprar um guia Quatro Rodas e seguir o mapa de papel? Esse era o “GPS” da época e se por acaso você se perdesse, não havia Google Maps, o jeito era pedir informação para alguém, sem falar na previsão do tempo que apenas pela TV tínhamos acesso.

E quanto aos pratos caseiros? Qual casa na época que não possuía um livrinho de receitas seja da mãe ou da avó, com inúmeras receitas deliciosas passadas em várias gerações.

E nosso vocabulário? Na época não existia termos como: passar um zap, navegar (só se fosse de barco mesmo), digitar, logar, selfie, tags, wifi, conectar, trollar, bugar, CTRL+C-CTRL+V, e tantos outros…

Enfim, se pensarmos por esse lado, realmente, o futuro chegou e tenho certeza de que vem muito mais por aí.

Opinião pessoal: a tecnologia chegou e cada dia mais, ela se faz presente em nossas vidas. Há aqueles que não se identificam, já outros a consomem até sem pensar, resta-nos tentar adaptação afim de utilizar tudo isso com saberia e bom senso.

E você, se lembra de algo não mencionado acima? Comente aí!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *