Como será nosso tráfego de dados até 2021?

Streaming de vídeo e de áudio, comunicação digital, conexões mais rápidas, troca de informações em mídias sociais, partidas de jogos online, isso e mundo mais faz parte de nossas vidas atualmente (a não ser que você seja um ser totalmente offline, daí então não lerá isso). A verdade é que somos seres completamente conectados, seres que não vivem sem um smartphone e/ou computador conectado a Internet, certo?

Agora, voltemos um pouco no tempo e vamos imaginar a década passada ou ainda um pouco mais, dá para viver com os recursos tecnológicos de anos anteriores? Acho que não, não é? Portanto, a tendência é que estejamos ainda mais conectados no futuro, consumindo e gerando dados a todos tempo. E com relação ao consumo de dados, temos exemplos da preocupação com esse consumo, como por exemplo, a “briga” da Anatel com operadoras de Internet e os consumidores no ano passado, alguém se lembra?

Bem, e de quanto será esse crescimento até o ano de 2021? Alguém daria um chute??? Nem precisa, pois o relatório da empresa de tecnologia Cisco Visual Networking Index indica que o salto será de 7x mais do que atualmente!

Veja alguns dados:
– Mais celulares do que contas bancárias, água canalizada e telefones fixos;
– Dados móveis representarão 20% do tráfego total;
– Cerca de 50% a mais de dispositivos móveis conectados, quase 12 bilhões;

E o uso gigantesco de dados pode ser linkado ao crescimento de tecnologias de realidade aumentada e realidade virtual (uma febre que já temos no Brasil, inclusive).

Opinião Pessoal: esses relatórios são ótimos para nos situarmos quanto a esse tipo de assunto, mas vamos ser sinceros, alguém imagina um cenário diferente quando pensamos em Internet, smartphones e computadores? Pois é, resta saber se teremos estrutura para manter e atender a essa demanda.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *